DIVÓRCIO dos pais, não dos filhos!

"Decidimos divorciar-nos. Será um trauma para os nossos filhos? Haverá uma forma de eles sofrerem menos? Como lhes havemos de dar a notícia? Como podemos organizar as novas rotinas?"

Estas são algumas das muitas perguntas que passam pela cabeça dos pais que se vão divorciar. É uma fase difícil para qualquer criança, mas que pode ser ultrapassada sem consequências negativas se as decisões dos pais forem tomadas em prol do bem-estar dos seus filhos.

Os pais divorciam-se, mas não dos seus filhos.